Sensorialidade e Espírito Novo: conceitos e práticas da crítica de Mário de Andrade

Marcelo Róbson Téo

Resumo


Neste artigo serão analisadas algumas propostas de atualização estética do modernismo paulista a partir do cruzamento entre os escritos de Mário de Andrade e suas leituras de revistas modernistas como a L’Esprit Nouveau. O intuito é compreender como, através da crítica, procurou vincular o país ao cenário da modernidade, tendo o universo sensorial e a música como motivo e a arte como instrumento de renovação e divulgação da cultura intelectual brasileira.

Palavras-chave: sensorialidade; L’Esprit Nouveau; música.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22228/rt-f.v9i2.543

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista T&F está indexada nos seguintes serviços: Portal de Periódico da CAPES, EBSCO, BASE, Sumário de Revistas Brasileiras; Latindex, LivRe!, Google Acadêmico, Dialnet, DOAJ.

Periódico avaliado como B1 no WebQualis 2015 da CAPES na área de História; B2 nas áreas de Letras/Linguística, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Ambientais.

ISSN 1984-9036

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.