Estratégias de subsistência e do ciclo de vida na Amazônia brasileira: o caso de Machadinho d'Oeste, Rondônia

Gilvan Ramalho Guedes, Alisson Flávio Barbieri, Reinaldo Santos, Mariângela Antigo

Resumo


Este artigo discute como as estratégias de sobrevivência variam segundo estágios do ciclo de vida domiciliar em fronteiras agrícolas. Com base em dados longitudinal (25 anos) de pequenos agricultores em Machadinho d´Oeste, Rondônia, encontramos uma redução no poder preditivo dos marcadores do ciclo de vida domiciliar na medida em que as fronteiras agrícolas integram-se aos mercados, e uma maior probabilidade de diversificação das estratégias entre os domicílios de segunda geração.

Palavras-chave: Estratégias de sobrevivência; fronteira agrícola; Amazônia.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22228/rt-f.v8i2.466

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista T&F está indexada nos seguintes serviços: Portal de Periódico da CAPES, EBSCO, BASE, Sumário de Revistas Brasileiras; Latindex, LivRe!, Google Acadêmico, Dialnet, DOAJ.

Periódico avaliado como B1 no WebQualis 2015 da CAPES na área de História; B2 nas áreas de Letras/Linguística, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Ambientais.

ISSN 1984-9036

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.