Circuito Sultan Yaccoub (Líbano) - São Bernardo do Campo (Brasil): Fluxos de uma comunidade muçulmana transnacional

Rodrigo Ayupe Da Cruz

Resumo


  O objetivo deste artigo é analisar a dinâmica das conexões transnacionais entre o vilarejo libanês de Sultan Yaccoub, localizado no Vale do Bekaa, e a comunidade de imigrantes e descendentes estabelecidos em São Bernardo do Campo – SP, cidade que atrai grande parte desses libaneses. A pesquisa foi realizada no ano de 2016 (Sultan Yaccoub) e em 2019 (São Bernardo), a partir do trabalho de campo in loco e da metodologia da História Oral. O resultado desse estudo afirma que essas conexões transnacionais configuram um tipo de circuito imigratório que é sustentado por meio de fluxos humanos, fluxos econômicos e fluxos culturais que se articulam e se movimentam constantemente nas duas direções (Líbano e Brasil) e contribuem para a manutenção de uma comunidade muçulmana transnacional formada por esses imigrantes e descendentes.


 


Texto completo:

PDF

Referências


BARTH, Fredrik. Etnicidade e o conceito de cultura. In: Antropolítica, n.19, p. 15-30, Niterói, 2. sem. 2005. Tradução: Paulo Gabriel Hilu da Rocha Pinto.

BARTH, Fredrik. O guru, o iniciador e outras variações antropológicas. Rio de Janeiro: Contracapa, 2000.

BHABHA, Homi K. The Location of Culture. London and New York: Routledge, 1994.

BOURDIEU, Pierre. La distinction: Critique sociale du jugement. Paris: Minuit, 2016 [1979].

CASTELHANOS, M. & BOEHM. D. Engendering Mexican Migration : Articulating Gender, Regions, Circuits. Latin American Perspectives, V. 35, N.1, 2008.

CERASE, Francesco P. Expectations and Reality: A Case Study of Return Migration from the United States to Southern Italy. International Migration Review, Vol.8, Nº 2, 1974.

CRUZ, Rodrigo Ayupe Bueno. Primos em Minas: Processos de construção identitária na Comunidade Árabe de Juiz de Fora. Rio de Janeiro: Editora Autografia, 2018.

DELEUZE, Gilles & GUATARRI, Felix. Mil Platôs: Capitalismo e esquizofrenia. V.5. Tradução Peter Pelbart e Janice Caiafa. São Paulo: Editora 34, 1997a.

DING, YUEVA. Constructing a theory of individual space: understanding transnational migration through the experience of return of Chinese immigrants from Canada in Beijing. In: Globalization, Societies and Education, V.13, N.2, 2015.

DUOUN, Taufik. A imigração sírio-libanesa às Terras da Promissão. São Paulo: Tipografia Árabe, 1944.

FAZITO, Dimitri. Análise das redes sociais e migração: Dois aspectos fundamentais do « retorno ». RBCS, V.25, N.72, 2010.

GALUCHI, Sonia Maria. São Bernardo do Campo: Os imigrados italianos entre a língua materna e a língua adquirida. Tese (Doutorado em Língua e Literatura Italiana) – Universidade de São Paulo. São Paulo, 2008.

HANNERZ, Ulf. Cultural Complexity: Studies in the Social Organization of Meaning. New York: Columbia University Press, 1992.

HANNERZ, Ulf. Transnational Connections: Cultures, People, Places, London and New York: Routledge, 1996.

HO, Enseng. The Graves of Tarim: Genealogy and Mobility across the Indian Ocean. University of California Press. Berkeley and Los Angeles, California, 2006.

KARAM, John Tofik. Um outro arabesco: Etnicidade sírio-libanesa no Brasil neoliberal. Trad. Denise Bottman. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

KHATLAB, Roberto. Líbano: Um oásis no Oriente Médio: Guia turístico, histórico, arqueológico, religioso e cultural. Beirute – São Paulo: Dar Saer Mashrek, 2013.

KHATER, Akram Fouad. Inventing Home: Emigration, Gender and the Middle Class in Lebanon 1870-1920. London: University of California Press Ltda, 2001.

KNOWLTON, Clark S. Sírios e Libaneses: A mobilidade social e espacial, tradução: Yolanda Leite. São Paulo, Ed: Anhambi, 1961.

LESSER. Jeff. A negociação da identidade nacional: imigrantes, minorias e a luta pela etnicidade no Brasil; tradução Patrícia de Queiroz Carvalho Zimbres – São Paulo: Editora UNESP, 2001

OSMAN, Samira Adel. Entre o Líbano e o Brasil: Dinâmica Migratória e História Oral de vida. Tese (Doutorado em História) – Universidade de São Paulo. São Paulo, 2006.

PINTO, Paulo Gabriel Hilu da Rocha. Árabes no Rio de Janeiro: uma identidade plural. Rio de Janeiro: Cidade Viva, 2010a.

PINTO, Paulo Gabriel Hilu da Rocha. Islã: Religião e Civilização. Uma abordagem Antropológica. Aparecida, SP: Editora Santuário, 2010b.

PORTELLI, Alessandro. A filosofia e os fatos: Narração, interpretação e significado nas memórias e nas fontes orais, Tempo, Rio de janeiro, vol. 1, nº2, 1996.

ROUSE, Roger. Mexican Migration and the Social Space of Postmodernism. Diaspora Spring, 1991.

ROUSE, Roger. Making Sense of Settlement: Class Transformation, Cultural Struggle, and Transnationalism among Mexican Migrants in the United States. Annals New York Academy of Sciences, New York, 1992.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Discours sur l’origine et les fondements de l’inégalité parmis des hommes. Paris: Flammarion, 2008 [1755].

SAID, Edward. Culture and Imperialism. New York: Vintage, 1993.

SAYAD, Abdelmalek. A imigração ou os paradoxos da alteridade. Editora da Universidade de São Paulo. São Paulo, 1998.

SCOFIELD, Alyne Rachid Ali. Modos de vida e Integração Social do Imigrante: Libaneses em Teófilo Otoni. Dissertação de Mestrado, Belo Horizonte, 2011.

TRUZZI, Oswaldo. Sociabilidades e Valores: Um olhar sobre a Família Árabe Muçulmana em São Paulo. Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, V.51, n.1, 2008.

WEBER, Max. Economy and Society: An Outline of Interpretive Sociology. Berkeley, Los Angeles, London: University of California Press, 1978 [1922].




DOI: http://dx.doi.org/10.22228/rt-f.v13i2.1024

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista T&F está indexada nos seguintes serviços: Portal de Periódico da CAPES, EBSCO, BASE, Sumário de Revistas Brasileiras; Latindex, LivRe!, Google Acadêmico, Dialnet, DOAJ.

Periódico avaliado como B1 no WebQualis 2015 da CAPES na área de História; B2 nas áreas de Letras/Linguística, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Ambientais.

ISSN 1984-9036

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.