Revista Territórios e Fronteiras

Revista Territórios e Fronteiras (ISSN 1984-9036) publica artigos, resenhas, entrevistas, dossiês e edições críticas de documentos relacionados, preferencialmente, à disciplina da História e aos temas associados à constituição de territórios e fronteiras na história, em suas diferentes formas, realidades e dimensões. Administrada e apoiada financeiramente pelo Programa de Pós-graduação em História da UFMT, cuja área de concentração é "História, Territórios e Fronteiras", a revista tem por meta constituir um espaço de debates e de divulgação da produção científica vinculada a esses temas. O periódico também recebe contribuições interdisciplinares e ligadas a áreas afins, a exemplo da Sociologia, Antropologia, Educação, Geografia, Ciência Política, Relações Internacionais etc. Sua periodicidade é semestral.

A editoração e manutenção da revista são realizadas pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Visite nossa página no FACEBOOK.


Veja as próximas Chamadas para Dossiês Temáticos em NOTÍCIAS.


PRORROGAÇÃO CHAMADA DE ARTIGOS PARA DOSSIÊ

Prazo para submissões: 15 de Abril de 2019


CHAMADA DE ARTIGOS PARA DOSSIÊ
Revista Territórios & Fronteiras, v. 12, n. 1 (Julho/2019)


Dossiê: “Tempo presente, história oral e imagens”


Organizadores:
Pere Petit (PPGHis/UFPA)
Regina Beatriz Guimarães Neto (PPGHis/UFPE)

Nas últimas décadas houve no Brasil um número crescente de pesquisas inseridas no que denominamos História do Tempo Presente. Estas pesquisas ao contemplarem diferentes períodos e temáticas da contemporaneidade remetem para abordagens teóricas e metodológicas que ampliam e enriquecem o debate historiográfico. Entre os campos metodológicos que as pesquisas recentes têm constantemente trilhado estão aquelas que privilegiam a produção e análise das narrativas orais de memória assim como a produção imagética. Esse percurso investigativo é estabelecido num constante diálogo entre os registros das trajetórias de vida de personagens e as marcas que apontam para dimensões sociais, políticas, culturais e econômicas. Desde a década de 1990, esses temas e práticas metodológicas foram tratados em diferentes áreas das Ciências Humanas e Sociais e debatidos em simpósios e congressos nacionais e regionais, seminários. Eventos que serviram para aprofundar os debates teórico-conceituais historiográficos e metodologias de pesquisa com particular atenção às linguagens e signos da oralidade, memórias individuais e coletivas. Além disso, as análises recaíram sobre os diversos usos e funções das imagens (fotografias, filmes, documentários, pinturas, esculturas, monumentos, impressos e outras manifestações visuais) em contextos específicos de produção, circulação e usos sociais como objetos culturais e históricos. A proposta do presente dossiê é a de contribuir com as reflexões teórico-metodológicas associadas às novas pesquisas que tenham como foco o uso e a análise das narrativas orais e fontes imagéticas no Tempo Presente consideradas numa perspectiva social, cultural, política e econômica do Brasil e de outros países.


v. 11, n. 2 (2018): Dossiê Temático: "Amazônia, modernidade e desenvolvimento"


Capa da revista
Mural da Libertação - O Reino e Anti-Reino. Na Igreja do Morro de Areia, em Santa Terezinha, 1989. Maximino Cerezo Barredo.