FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
INSTITUTO DE GEOGRAFIA, HISTÓRIA E DOCUMENTAÇÃO (IGHD)
Tel.: 65-3615-8493 - Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em História da UFMT torna públicas as bibliografias das linhas de Pesquisas do PPGHIS relativas ao processo seletivo de 2018.

LINHA DE PESQUISA 01: Territórios, sociedades e dimensões da política.
MESTRADO
ARENDT, Hannah. A Promessa Política. São Paulo: Difel, 2008.
BAUMAN, Z. Legisladores e intérpretes. Sobre a modernidade, pós-modernidade e intelectuais. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.
PROST, Antoine. Doze lições sobre a história. 2. ed. São Paulo: Autêntica, 2012.
ROSANVALLON, Pierre. Por uma história do político. São Paulo: Alameda, 2010.
RUOSSO, Henry. A última catástrofe. A História, o presente, o contemporâneo. Rio de Janeiro: FGV, 2016.
DOUTORADO
CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.
DOSSE, François. O renascimento do acontecimento. São Paulo: EdUNESP, 2013.
ELIAS, N. O processo civilizador: formação do estado e civilização. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1994. V.2.
FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. São Paulo: WWF Martins Fontes, 2010.
HOBSBAWN, Eric. Sobre a história. São Paulo: Cia das Letras, 1998.

LINHA DE PESQUISA 02: Fronteiras, identidades e culturas
MESTRADO
DETIENNE, Marcel. A identidade Nacional, um enigma. Belo Horizonte: Autentica, 2013.
EAGLETON, Terry. A ideia de cultura. São Paulo: Editora da UNESP, 2005.
GINZBURG, Carlo. Relações de força: história, retórica e prova. São Paulo: Cia das Letras, 2002.
HOBSBAWN, Eric. Sobre a história. São Paulo: Cia das Letras, 1998.
PROST, Antoine. Doze lições de história. Belo Horizonte: Autentica, 2014.
SILVA, Tomaz Tadeu. Identidade e diferença. Petrópolis: Vozes, 2003.
THOMPSON, Edward Palmer. Costumes em comum. Estudos sobre a cultura popular tradicional. São Paulo: Editora Companhia das Letras, 1998.
DOUTORADO
BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1998.
CANCLINI, Néstor García. Culturas hibridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: Edusp, 1997.
CERTEAU, Michel. A escrita da história. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1982.
HALL, Stuart. Da diáspora. Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.
HARTOG, François. Evidência da história: o que os historiadores vêem. Belo Horizonte: Autêntica, 2013
SAID, Edward. Orientalismo. O Oriente como invenção do Ocidente. São Paulo: Editora Companhia das Letras, 2007.

LINHA DE PESQUISA 03: Ensino de História, Patrimônio e Subjetividades.

MESTRADO
PEDRO, Joana Maria. Traduzindo o debate: o uso da categoria gênero na pesquisa histórica. História. São Paulo, 2005, vol. 24, n. 1, p.77-98, 2005.
PEREZ, Carmen Lúcia Vidal (Org.). Memórias e Patrimônios: Experiências em Formação de Professores. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2009.
ROCHA, Helenice; MAGALHÃES, Marcelo; GONTIJO, Rebeca (Org.). A escrita da história escolar: memória e historiografia. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 2009.
SCHMIDT, Maria Auxiliadora; BARCA, Isabel; MARTINS, Estevão Resende (Org.). Jörn Rüsen e o ensino de história. Curitiba: EdUFPR, 2010.
SCHMIDT, Maria Auxiliadora; BARCA, Isabel; URBAN, Ana Claudia (Org.). Passados possíveis: a Educaçao Histórica em debate. Ijuí: Ed. Unijuí, 2014.

DOUTORADO
BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.
DOSSE, François. O renascimento do acontecimento. São Paulo: Ed. UNESP, 2013.
FOUCAULT, Michel. Arqueologia do saber. 8. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.
RÜSEN, Jörn. Cultura faz sentido: orientações entre o ontem e o amanhã. Petrópolis: Vozes, 2014.
RÜSEN, Jörn. História viva: teoria da história. Brasília: EdUnB, 2007.
SAID, Edward W. Cultura e imperialismo. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

Cuiabá, 26 de abril de 2017.

Prof.Dr.Cândido Moreira Rodrigues – Prof.Dr.Marcus Silva da Cruz
Coordenador Vice-Coordenador