Início Início Pesquisar Pesquisar Subir Subir
Detalhes do Download

EXPERIÊNCIAS DE MIGRANTES DE MUNICÍPIOS PRÓXIMOS EM RONDONÓPOLIS-MT (1960-1980)   

O presente estudo tem como tema migrações internas ao estado do Mato Grosso, vivenciadas
por migrantes que se deslocaram de municípios próximos a Rondonópolis-MT, nas décadas
de 60 e 70, para aqui viver. Nele, busquei conhecer e compreender histórias múltiplas de
migrantes, vividas por sujeitos sociais “comuns”, que se estabeleceram em Rondonópolis,
sem, no entanto, perder de vista que a migração dessas pessoas é apenas parte de um processo
migratório que se desencadeou no Nordeste, no Sudeste, no Sul. Esta pesquisa teve como
objetivo conhecer a partir de experiências relatadas por sujeitos sociais que migraram, as
razões que se colocaram na vida de cada um e de cada uma para que buscassem um novo
lugar. Ou ainda, o que os levou a “escolher” Rondonópolis e não outro município próximo
como lugar para construir/reconstruir seu espaço de vida. Procurei identificar trajetórias que
os sujeitos migrantes percorreram e as dificuldades que nelas encontraram. Por fim, em que
medida as propagandas oficiais influenciaram na “escolha” por Rondonópolis. O que
buscavam no novo lugar e o que aí encontraram, bem como passaram a viver. Elaborei esta
pesquisa numa perspectiva da História Oral, adotando como um dos seus métodos, os relatos
de memória por meio da construção e uso da fonte oral. Fonte esta que me permitiu, através
de falas dos migrantes entrevistados, conhecer vivências, experiências e práticas desses
sujeitos sociais – os migrantes internos ao estado do Mato Grosso. Os relatos de memória
possibilitaram-me conhecer histórias múltiplas de sujeitos “comuns” que migraram de lugares
próximos para Rondonópolis. As muitas dificuldades que estas pessoas experienciaram nos
lugares de onde vieram como a falta de emprego, de escola, de terra; enfim, de perspectivas
de melhorar de vida, foram destacadas como razões para a migração. A realidade
experienciada no lugar onde viviam foi fundamental para que as propagandas oficiais
tivessem poder de convencimento levando pessoas que viviam situações difíceis – e que
desejavam buscar novas oportunidades – a se deslocarem para Mato Grosso (Rondonópolis),
o lugar das “oportunidades” e do “progresso”. Os relatos ainda revelaram os múltiplos modos
de construir o espaço de vida de cada migrante no novo lugar: a busca pelo trabalho urbano,
pela escolaridade, pela nova profissão; revelaram ainda uma nova sociabilidade no novo
espaço, o enfrentamento das dificuldades, bem como as estratégias adotadas para alcançar as
metas que haviam sido propostas no ato da migração.

Palavras-chave: Migrações – Experiências vivenciadas – Memória – Rondonópolis.

Dados

Tamanho 2.27 MB

Download