Início Início Pesquisar Pesquisar Subir Subir
Detalhes do Download

A FORMAÇÃO DO CORPO POLICIAL NA PROVÍNCIA DE MATO GROSSO NO SÉCULO XIX (1831-1858)   

Esta dissertação gira em torno da formação do Corpo Policial na província de Mato Grosso por volta do ano de 1831 a 1858, e busca compreender como a instituição policial influenciou a formação da urbanidade e da civilidade em Mato Grosso, principalmente na capital da província. Na contextualização são abordadas as condições que existiram anteriormente para que se chegasse aos dispositivos da sociedade no século XIX. Na leitura realizada, observou-se que o Corpo Policial surgiu, tendo como função a manutenção da ordem e a construção de uma possível urbanidade. Nas entrelinhas percebe-se haver uma necessidade de institucionalização deste recém-formado Corpo Policial, ou seja, o ofício de policiar só se efetivou na província de Mato Grosso a partir da primeira metade do século. A dissertação também mostra como surgiram os agentes mantedores da ordem, e quais os indivíduos que desempenharam as funções policiais. Num quadro social debilitado e diferenciado em relação ao da corte, esses agentes recrutados foram incorporados, e por meio de uma forma impositiva, esses agentes viraram mantedores de interesses individuais, sendo que os interesses defendidos eram os do Rei e da elite, e não do corpo coletivo da sociedade como divulgado. O Corpo Policial, instituído diretamente pela sociedade apresenta características sociais próprias, estando diretamente ligados ao local, uma vez que a Polícia da província de Mato Grosso, no século XIX, era única e constituiu-se de características da própria sociedade.

Dados

Tamanho 1.71 MB

Download